Seis dicas excelentes para envelhecer bem

Com a melhoria da qualidade de vida, as pessoas têm vivido cada vez até mais tarde. Com isso em mente, é importante pensar em como envelhecer de uma forma boa e saudável. Veja aqui algumas dicas de como realizar isso.

X dicas excelentes para envelhecer bem

  1. Ter uma dieta saudável e balanceada

Essa dica é importante para qualquer um, ainda mais para o idoso. Ter uma dieta saudável e balanceada mantém seu corpo em bom funcionamento e pode prevenir diversas doenças, desde o resfriado comum até a diabetes.

Para ter uma noção melhor do que é recomendado para o seu corpo e estilo de vida, visita uma nutricionista, converse com ela sobre a sua vida e faça, junto com a profissional, um plano de dieta saudável e que você vai conseguir seguir. Dietas mirabolantes não funcionam!

 

  1. Ser fisicamente ativo

Para isso, é imprescindível se reunir com um profissional de educação física. Mesmo o idoso mais ativo já tem o corpo enfraquecido pelo tempo, então é importante ouvir a opinião embasada de um profissional da área para fazer os exercícios corretos, da forma correta, e, assim, evitar se machucar.

Esportes na água, como hidroginástica, são bastante recomendados, pois exercitam o corpo inteiro e a água absorve o impacto, diminuindo e muito, assim, as chances de acontecer  algum acidente.

Então, converse com um profissional e faça exercícios regulares, visto que se exercitar apenas eventualmente não funciona.

 

  1. Mantenha a mente ativa

Além de cuidar do corpo, também é extremamente importante cuidar da mente. Não adianta de nada ter um corpo saudável, mas ser um vegetal por dentro. Existem muitos meios simples de exercitar a mente, como, por exemplo, fazendo palavras-cruzadas.

Elas estão todos os dias nos jornais, não é preciso entender de tecnologia, tudo que o idoso precisa é de uma caneta ou lápis e sua mente. Jogar cartas também é uma ótima pedida, pois, além de trabalhar com a memória, também trabalha com a agilidade.

E, é claro, ler. É um excelente exercício para o cérebro e é a prova de que é possível aprender coisas novas na terceira idade.

 

  1. Manter-se atualizado com o mundo

Ler ou assistir jornal é muito importante! Assim, o idoso não vai ficar preso nos seus anos de juventude, mas sim se manter atualizado com tudo o que acontece no mundo.

Isso é importante não só para manter a mente ativa, como também para ser capaz de conversar com os mais jovens, que estão sempre antenados. Um idoso que não consegue ter uma conversa com um jovem já está fora da realidade atual, o que é ruim para a autoestima e para o desenvolvimento mental do idoso, uma vez que não acompanha mais o ritmo da modernidade.

 

  1. Fazer trabalho voluntário

Muitos idosos, após se aposentarem, se queixam de um sentimento de inutilidade. Como não é possível voltar a trabalhar, por que não fazer algum trabalho voluntário?

Isso mantém a pessoa ativa e ela se sente útil – talvez até ainda mais útil do que se sentia enquanto trabalhava. O trabalho voluntário é recomendado para todas as idades, pois ajuda no sentimento de comunidade e  empatia. Para o idoso é ainda mais especial, porque o faz se sentir ativo e necessário.

 

  1. Curso de computação

É muito importante estar inteirado no mundo. Não é preciso aprender a ser um grande programador ou designer, mas aprender funções simples como, por exemplo, usar o Word. É bom para o cérebro e faz o idoso não se sentir tão ultrapassado.

Computadores também possuem uma vasta gama de jogos que são bons para exercitar o cérebro.

Gostou do texto? Então, deixe seu comentário e até a próxima!

Seis dicas excelentes para envelhecer bem
Rate this post

Author: Genilson

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *