É verdade que carboidratos são mais prejudiciais que gorduras?

O programa bem estar trouxe uma pesquisa feita nos EUA que diz que os carboidratos prejudicam mais a saúde que as gorduras. Essa notícia meche muito com as dietas e com quem quer perder peso. Saiba mais sobre as conclusões da pesquisa.

A pesquisa foi feita em 18 países, onde as pessoas entrevistadas falavam sobre a alimentação. Esta pesquisa descobriu que a mortalidade era 28% entre as pessoas cujas dietas eram baseadas em maior quantidade de carboidratos, quando as doenças eram, por exemplo, derrames ou problemas cardiovasculares.

carboidratos

Esta notícia foi então explicada no programa bem estar, tirando algumas dúvidas importantes. Apesar de o consumo de carboidratos ser mais prejudicial, a gordura não está 100% liberada. As gorduras saturadas devem ser consumidas com muita moderação, já que são estas as gorduras ruins.

Nesse caso, é bom retirar o carboidrato da alimentação? Algumas dietas para perder peso já são especificamente a retirada do carboidrato da alimentação, mas essa é a solução? O que é recomendado é que os carboidratos não sejam retirados por completo da alimentação, apesar de as pesquisas mostrarem que no começo os resultados para a saúde são bons, inclusive para perder peso. Porém, a longo prazo o efeito desta retirada é o oposto.

O programa bem estar mostra que apesar da pesquisa ter sido feita, retirar completamente os carboidratos da alimentação também pode ser prejudicial, mesmo que os estudos sejam feitos comprovando a ideia de que eles sejam vilões da alimentação.

Consumir tudo com moderação é a chave para uma alimentação saudável e equilibrada, sendo que para o bom funcionamento do nosso organismo precisamos de gorduras e carboidratos, juntos com outros tipos de alimentos. A restrição não é boa para nenhum tipo de alimento, o importante é saber os limites.

É verdade que carboidratos são mais prejudiciais que gorduras?
5 (100%) 1 vote

Author: Genilson

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *